Qual o tamanho do seu stress no final do ano? - MyPixeland
  •  

Dezembro: mês de Natal, Réveillon, confraternização, recebimento de 13o salário – para quem tem a sorte de estar empregado – e também um mês de muito, muito estresse. O décimo segundo mês do ano é aquele no qual fazemos um balanço de tudo o que passamos, o que conseguimos e o que perdemos durante os meses anteriores. Nossas frustrações e acertos são pesados em uma balança interna antes de nos prepararmos para o próximo ano. Mas quando as cobranças se acumulam em nossas mentes, é o nosso corpo que paga a conta. E a qualidade de vida tende a cair drasticamente. Mas o que fazer para não sucumbir à tamanha pressão? Uma visão holística da vida pode nos ajudar.

O holismo – e por extensão o tempo holístico – vem da palavra grega Holos, que significa todo ou inteiro. De acordo com o pai da Metafísica, o filósofo Aristoteles, é preciso olhar o todo, cuidar do ser humano em termos globais. Porque o todo é maior do que a simples soma de suas partes. Quer um exemplo prático?

Se você encontra-se tão estressada que tem dor nas costas, não vai adiantar apenas tomar um analgésico ou anti-inflamatório. De acordo com a visão holística, é preciso ir a fundo nas causas da dor. Analisar a sua rotina, o ambiente, as relações com família, amigos e colegas de trabalho, etc… Para, a partir daí, indicar as ações necessárias para a cura ou, caso não exista a cura, para que você controle as dores da melhor maneira possível. Nesse exemplo, o remédio alopático é apenas um paliativo, já que trata o sintoma e não a causa.

É por isso que adotar uma visão holística é tão importante nesta época do ano. Na corrida frenética antes do Réveillon temos que buscar as ferramentas necessárias para administrar o nosso estresse, retomando o equilíbrio interior. Neste contexto, uma das  grandes descobertas da humanidade é o Jogo de Tarot.

As 78 lâminas do Tarot Egípcio, em particular, revelam com maestria todo o estresse que está acumulado em nosso inconsciente. Por isso, esta arte divinatória se revela tão poderosa e terapêutica ao mesmo tempo. Como inúmeras questões que afetam nossa saúde estão em nível inconsciente, muitas vezes nós não conseguimos perceber a questão, simplesmente não nos damos conta daquilo.

Você nunca se perguntou por que uma mulher inteligente insiste em se relacionar com homens cafajestes? Ou por que alguém sempre acaba escolhendo sócios errados, gente desonesta? A resposta pode estar no inconsciente dessas pessoas. O Tarot consegue mapear desequilíbrios que nos afetam no âmbito mental, emocional, espiritual e físico, ao analisar o ser humano em todos os níveis.

Se você se identificou com pelo menos 3 situações demonstradas neste texto, uma luz vermelha se acendeu no seu painel energético. Você pode estar sob o estresse do fim do ano. E a sugestão é deixar que o Tarot lhe ofereça uma luz no fim do túnel. Saiba mais aqui.

Comentários